apostaria a minha boca, por morder os teus labios

falhei, nunca disse que te amei
Estou a morrer com tanto silêncio. Oxalá acordasses às quintas-feiras comigo, que me tirasses a minha parte do lençol e a levasses toda para ti, que tenhas sempre essa cara de menino mau que eu tanto gosto. Que vou eu fazer, se os teus beijos são viciantes e a tua boca é pura nicotina, se o efeito que as tuas mãos causam me alteram a merda do coração, se a chuva dos teus olhos me cala até a alma, se prefiro o teu cabelo ao resto do mundo inteiro. Como queria caminhar pela beira do teu corpo até encontrar-me com a Lua, dar-lhe quatro chapadas e dizer-lhe que para ti, só há uma.  

6 comentários:

  1. jorgedalte disse...:

    olá gostei!

    beijinhos

  1. Jo disse...:

    obrigada peqena*

  1. Anônimo disse...:

    não me importava nada que apostasses a tua boca para morderes os meus lábios :$

Postar um comentário