for you


17 de Julho de 2010
Quando escrevo para ti não o faço em vão, confesso. Escrevo para que leias e raleias vezes sem conta e para que permaneça em ti, quer seja na cabeça ou até mesmo no coração. Escrevo para que em momentos de silêncio, comuniquemos, para que quando te canses do meu rosto, me relembres. Escrever para ti, é uma prenda fácil vinda do meu coração, é um beijo, ou até mesmo um abraço. Não quero dizer que sejam molhados ou sentidos. Escrever para ti podem ser as verdades que nunca te disse ou as mentiras que nunca utilizei. Quando escrevo para ti faço juras de incertezas e garanto coisas que talvez o destino não nos possa garantir. Escrevo para ti em sitios impensáveis, nas folhas, na mão, na mente, em sonhos ... é certo que não te vou revelar todos os esconderijos, porque metade do que escrevo para ti, é só para mim. Escrevo para matares saudades e calmares as tuas angústias. Escrevo para ti .. quando penso em mim. 



6 comentários:

  1. RuteRita disse...:

    LINDOOO mesmo querida.
    ó meu anjo nada demais (:

  1. Margarida Simas disse...:

    ai tão sexy a Joana (a)
    ai ai .. esses amores :p

  1. ana moura disse...:

    adorei, princesinha :))

  1. jorgedalte disse...:

    Joana um texto lindo que me agradou muito.

    acho que deves continuar

    beijinhos

  1. AndreaFurtado disse...:

    Ola, desculpa estar a comentar, mas esses textos estão mesmo muito bons.
    Também escrevo, e esse texto que estou a comentar, é mesmo lindo!
    Através dessas palavras, recordei momentos e sonhos, paixões e desejos. Está muito bom!!
    Continua a escrever :D***

Postar um comentário