Sei que vais ler

Verao 2010 - Praia do Monte Verde
Há alturas em que procuro algures na minha cabeça ou até mesmo no meu coração a tua imagem, o teu cheiro ou até mesmo a tua voz. Poderia dizer que o sinto dentro de mim e que isso me continua a matar, mas não.
 Admito que já não penso em ti e muito menos naquela oportunidade que poderia surgir de formar-mos aquele nosso 'nós'.
Desistir não foi nada fácil e tu sabes daquilo que estou a falar.
Mas ver-te já nao me causa ansiedade e saber que segues com a tua vida, tambem (já) não me causa sofrimento.
Sempre te mostrei as minhas fraquezas ao ponto de te dizer que sentia a tua falta. Se há algo que aprendi contigo foi a baixar a fasquia do meu orgulho (criando o paradoxo de me sentir orgulhosa de tal).
Odiei-te pela forma como falas-te comigo da última vez e mais ainda pelo que disses-te, mas agora, vejo que foi a única solução e com aquela 'conversa' deste-me as respostas a muitas das minhas questões, mas isso nao faz com que te consiga perdoar.
Não quero nem procuro mais por ti nem por saber como te vão as coisas, saber que estás bem ja me é suficiente.
Saber que não posso contar contigo já não me atinge mas começo a adorar o cuidado que as pessoas tomam quando me falam no teu nome ou no pedido de desculpa que pedem depois de o pronunciarem. E não, (hoje) não te escrevo para te voltar a "tocar na ferida" tal como tu dizes. Só escrevi porque acordei e esqueci-me de sentir saudades tuas
Desculpa, mas agora só restam os textos, as músicas e as fotografias.

9 comentários:

  1. Lєтıs '' disse...:

    . pelos vistos há quem não queira que eu comece outra -.- (adoro a foto ;b)

  1. Lєтıs '' disse...:

    . vendo pela sondagem ...

  1. Ester disse...:

    Muito bom joana :) é bom superarmos essas coisas que ja te fizeram sofrer, keep going :)

  1. jorgedalte disse...:

    há sempre um conflito dentro de nós na hora da despedida. depois as saudades vêm agressivas e muitas vezes obrigando-nos a pensar compreendemos que afinal o tal passo antes dado não era o nosso não nos levava a parte nenhuma e nessa hora de partida olhamo-nos orgulhosos porque efectivamente já não somos um coitadinho mas uma alma que vence.

    beijinhos

    A partir de quinta estarei na minha quinta do douro mas antes deixarei qualquer coisinha no blogue D:

  1. Anônimo disse...:

    Amei ! Maria

  1. pq me dizes que eu estou de parabens :S?

  1. Lєтıs '' disse...:

    . espero bem que sim :x

  1. Margarida Simas disse...:

    muito, mas mesmo, muito bem ! orgulho pah :p

Postar um comentário