USA?

Maria João, Bia Tomé e Andreia Arruda 07.09.2009
Se não fosse tão consciente, não pensava duas vezes, pegava nos meus livros, jogava para a mala algumas coisas da prateleira, dobrava meia dúzia de roupas, fazia uma enorme festa de despedida, chorava umas tantas lágrimas e seguia o meu sonho. Caminhava por este túnel que acendeu as luzes para mim, realizava tudo aquilo com que sempre quis.
Mas esta mudança não implica só isto, não seria só as cartas da escola que mudariam de morada, não seria só o nome da rua que se alteraria, nem o do país, nem o do continente, seria abandonar todos aqueles que amo, seria abandonar esta terra que me ensinou inúmeras lições.
Se o fizesse, não seria a primeira, nem a segunda, nem a quinta vez e seguramente também não seria a última, mas agora apercebo-me mais da mudança, de que são precisas muitas caixas para guardar a nossa vida, de que não basta querer.
A minha mãe diz que que é com isto que milhares e milhões de pessoas sonham todas as noites, o meu pai diz que é uma oportunidade única para estudar, para conhecer, para novas formações, para melhorar a minha vida em todos os níveis. Devo ir? Devo seguir o meu sonho que durante anos o alimentei não só com a esperança mas sim, como imenso esforço, empenho e dedicação ou devo manter-me no conforto, dentro do país e do continente que sempre me viu crescer?"A mudança é a lei da vida. E aqueles que apenas olham para o passado ou para o presente irão com certeza perder o futuro.", será? Quero crescer, mas também não quero perder um ano da minha vida, em vão, tenho medo. 

1 comentários:

  1. jorgedalte disse...:

    Um texto quase como uma prece.
    Um pedido de ajuda?

    O que os teus pais te disseram é bem verdade e eu partilho dessa idéia.
    Não sei o que estudas nem o teu grau de ensino.
    Eu sou uma pessoa que amo o meu país e viver fora dele e dos meus amigos e familia é um tormento para mim. Nunca na minha vida tive essa hipótese de poder sair e estudar noutro pais porque simplesmente nada havia nessa altura no entanto hoje há essa hipótese a partir do erasmus ou bolsas e os States seriam sem duvida a meca dos meus sonhos, pois aí se encontram as maiores oportunidades de seguir o nosso sonho e encontrar uma vida melhor,mas cuidado também há o reverso da medalha porque os níveis de exigência são enormes o que atira muitos sonhos para a gaveta.
    Dependendo da tua maneira de ser e da tua vontade isso ia de certeza tornar-te mais mulher, mais responsável. mais culta dar-te mais possibilidades de teres uma vida diferente conheceres novos rostos...

    Gostei da maneira suave como puseste toda esta questão mas trata-se de um assunto que só tu poderás resolver e decidir, pois está muita coisa em jogo. compreendo essa indecisão pois mesmo eu não sei o que faria nesse caso.
    por outro lado também aqui poderás encontrar muito do que te falei, mas o nosso futuro aqui é muito limitado

    Beijinhos

Postar um comentário