Z

Z de Zero ! "tu és um zero, não vales nada".
Mas tu achas que ia perder o meu precioso e estimado tempo aqui a escrever para ti vezes sem fim? Tu achavas mesmo que sim? Ai como te enganas, sabia que o teu nível intelectual nunca deu para muito, mas pensava que tinhas ficado com essa pequena impressãozinha, mas pronto, nem isso.
Aquela foi a primeira e esta é a última vez que me dirijo a ti.
Mas afinal de contas o que é que tu te julgas? Mais que eu? Que os outros? Abre os olhos, vê aquilo que 'és'. Quando pensas que toda a agente gosta, todos criticam.
Volto a repetir, mas é pra ver se te entra- está esquecido, mais que ultrapassado e suportado. Está acabado, finalizado. Hey, já resultou mas finalizou. Acabamos com toda aquela palhaçada e agora sou - e és - feliz. Que mais queremos? Falo por mim, que apagues o meu nome da tua memória, que nunca mais o menciones. Não gastes o teu latim, poupa-me, pelo amor que tens á santa. Aqui ninguém fez merda, abrimos os olhos. eu para ti e tu para mim, e até que em fim. Nem sabes o quanto é bom ter quem tenho e como tenho e para o que tenho.
Tenho tudo aquilo que nunca me soubeste dar, dou tudo aquilo que nunca quiseste receber.
Queres que seja sincera? Nem sei o que te hei de dizer. Só sei que não quero voltar a olhar para a tua cara, só sei que me fazes mal, que não gosto de ti, que me desiludis-te, que me .. fartas-te!
 Tudo o que davas, não chegava, era insuficiente e sabes porque? Porque de há uns tempos para cá vives para as tuas merdas, para essas palhaçadas que julgas que te fazem feliz mas na verdade tiraram-te quem mais gostava de ti - calma, não falo de mim.
 Se pudesse voltar atrás apagava da minha vida o dia em que olhei para ti, o dia em que te conheci. Ai, como seria tudo tão perfeito se assim fosse.. epá, já chega, não há nada a dizer, tu sabes tudo.
 Não te desejo mal, não quero enfrentar-te, não quero faltar-te ao respeito, não quero dizer mais vezes o quão te tornas-te numa pessoa estúpida, sem escrúpulos de gente , não vou mais dizer-te a pessoa falsa que te tornas para contigo, não quero mais nada de ti, é simples.
Foste importante mas é incrível como te tornas-te insignificante.
Já tive, mas não tenho mais medo de ti, não é de ti, é do que dizes, do que pensas. Já senti tantas, mas tantas saudades tuas .. mas acredita, olho para uma foto tua .. não me diz nada .. olho para as nossas músicas ... e nada me transmite. não sei, foi; é mágico.
 Tenho tudo para ser feliz, a minha família, os meus amigos, saúde, amor, respeito, dignidade, fidelidade e acima de tudo, felicidade.
(...)
és tão pessoa como o valor de um zero á esquerda.


Obrigada Luís Cunha :)

4 comentários:

  1. MargaridaSimas disse...:

    EU FAÇO DAS TUAS, AS MINHAS PALAVRAS !!

    Tu sabes porquê :)
    (L)

  1. SUGARminnie disse...:

    Será? e será que ele próprio irá entender? :x

  1. SUGARminnie disse...:

    Pois, entender talvez ele entenda, agora admitir não o vai fazer de certeza ;(

Postar um comentário